terça-feira, 15 de novembro de 2016

A Obra do Espírito Santo.(Pneumatologia/Paracletologia)

Resultado de imagem para paracleto 
Texto: Genesis 1.2

A.       O Espírito Santo em Relação à Criação e à Revelação.
1.       Sua atividade na Criação. Gn 1.2; Jó 33.4;
2.       Outorga vida às criaturas de Deus. Gn 2.7; Jó 33.4; Sl 104.30;
3.       Inspirou os profetas e apóstolos. Nm 11.29; Is 59.21; 2Tm 3.16; 2Pe 1.21; Mq 3.8; Zc 7.12;
4.       Fala através da Palavra. 2Sm 23.1, 2; At 1.16-20; Ef 6.17; Hb 3.7-11; 9.8; 10.15;

B.  O Espírito Santo em relação a Jesus cristo.
1.       Jesus foi concebido em Maria pelo Espírito. Mt 1.18,  20-23; Lc 1.34, 35;
2.       Foi cheio do Espírito Santo. Mt 3.16, 17; Mc 1.12, 13; Lc 3.21, 22; 4.1;
3.       Pregou no Espírito. Is 11.2-4; 61.1, 2; Lc 4.16-27;
4.       Realizou milagres pelo poder do Espírito. Is 61.1; Mt 12.28; Lc 11.20; At 10.38;
5.       Batizará os crentes no Espírito Santo. Mt 3.11; Mc 1.8; Lc 3.16; Jo 1.33; At 1.4, 5; 11.16;
6.       Promete o Espírito Santo como Consolador. Jo 14.16-18, 25, 26; 15.26, 27; 16.7-15;
7.       Promete que o ministério do Espírito fruirá através dos crentes. Jo 7.37-39;
8.       Revela-se aos crentes pelo Espírito. Jo 16.13-15;
9.       Ofereceu-se na cruz mediante o Espírito. Hb 9.14;
10.    Ressuscitou dentre os mortos pelo Espírito. Rm 1.3, 4; 8.11;
11.    Recebeu o Espírito da parte do pai. Jo 16.5-14; At 2.33;
12.    Derramou o Espírito sobre os crentes. At 2.33;
13.     É glorificado pelo Espírito. Jo 16.13, 14;
14.    O Espírito ora pela sua volta. Ap 22.17;

C.O Espírito Santo em relação à Igreja.
1.       Habita na Igreja como seu templo. 1Co 3.16; Ef 2.22; Ag 2.5;
2.       É derramado como chuva sobre a Igreja. At 1.5; 2.1-4; 16-21; Is 32.15; 44.3; Os 6.3; Jl 2.23-32;
3.       Fala à Igreja. Ap 2.7, 11, 17, 29; 3.6, 13, 22;
4.       Produz comunhão na Igreja. 2 Co 13.13; Fp 2.1;
5.       Une a Igreja. 1Co 12.13; Ef 4.4;
6.       Dá dons a Igreja. Rm 12.6-8; Ef 4.11;
7.       Fortalece a Igreja com manifestações sobrenaturais. At 4.30-33; 1Co 12.7-13; 14.1-33;
8.       Designa líderes para a Igreja. At 20.28; Ef 4.11;
9.       Opera através de pessoas cheias do Espírito Santo. At 6.3, 5, 8; 8.6-12; 15.28-32; Nm 27.18; JZ 6.34; 1Sm 16.13; Zc 4.6;
10.    Dá poder aos pregadores. 1Co 2.4;
11.    Comissiona homens de Deus. At 13.2-4;

D.     O Espírito Santo em relação aos crentes pessoalmente.
1.       Habita em todo verdadeiro crente. Rm 8.11; 1Co 6.15-20; 2Co 3.3; Ef 1.13; Hb 6.4; 1Jo 3.24; 4.13;
2.       Convence o pecador de seu pecado. Jo 16.7-11; At 2.37;
3.       Regenera o perdido. Jo 3.5,6; 14.17; 20.22; Rm 8.9; 2Co 3.6; Tt 3.5;
4.       Comunica-nos o amor de Deus. Rm 5.5;
5.       Faz-nos conscientes de que Deus é nosso Pai. Rm 8.14-16; Gl 4.6;
6.       Capacita-nos a dizer com convicção “Jesus é Senhor”. 1Co 12.3;
7.       Revela a Cristo. Jo 15.26; 16.14, 15; 1Co 2.10, 11;
8.       Revela a verdade de Deus. Ne 9.20; Jo 14.16, 17, 26; 16.13, 14; 1Co 2.9-16;
9.       Capacita-nos a distinguir entre a verdade e o erro. 1Jo 4.1-3;
10.    Torna o crente parte da Igreja de Deus. 1Co 12.13;
11.    É concedido a todos que o pedirem. Lc 11.13;
12.    Batiza-nos no corpo de Cristo. 1Co 12.13;
13.    É aquele no qual Cristo nos batiza. Mt 3.11; Mc 1.8; Lc 3.16; Jo 1.33; At 1.4, 5; 11.16;
14.    Enche o crente. Lc 1.15, 41, 67; At 2.4; 4.8, 31; 6.3-5; 7.55; 11.24; 13.9, 52; Ef 5.18; Êx 31.3; Jz 14.19; 1Sm 10.10;
15.    Dá poder e destemor para testemunhar. Lc 1.15-17; 24.47-49; At 1.8; 4.31; 6.9, 10; 19.6; Rm 9.1-3;
16.    Dá dons espirituais. Mc 16.17, 18; 1Co 1.7; 12.7-11; 1Pe 4.10, 11;
17.    Dá visões e profecia. Jl 2.28, 29; At 2.17, 18; 10.9-22; 1Co 14.1-5, 21-25;
18.    Produz em nós seu fruto. Rm 14.17; 1Co 13; Gl 5.22, 23; 1Ts 1.6;
19.    Capacita o crente a viver uma vida santa. Sl 51.10-12; 143.10; Ez 11.19, 20; 37.26; Rm 8.4-10; 15.16; Gl 5.16-18, 25; Fp 2.12, 13; 2Ts 2.13; 1Pe 1.2;
20.    Liberta o crente do poder do pecado. Rm 8.2; Ef 3.16;
21.    Capacita o crente a lutar contra satanás, armado com a Palavra. Ef 6.17;
22.     Capacita o crente a falar em momentos difíceis. Mt 10.17-20; Mc 13.11; Lc 12.11, 12;
23.    Dá consolo e encorajamento. Jo 14.17, 18, 26, 27; At 9.31;
24.    Ajuda o crente a orar. At 4.23, 24; Rm 8.26; Ef 6.18; Jd 20;
25.    Capacita o crente a adorar. Jo 4.23, 24; At 10.46; Ef 5.18, 19; Fp 3.3;
26.    Entristece-se pelo nosso pecado. Gn 6.3; Ef 4.30; Mt 12.31, 32;
27.    É nosso penhor na redenção final. 2Co 1.22; 5.5; Ef 1.13, 14;
28.    Faz-nos ansiar pela volta de Cristo. Rm 8.23; Ap 22.20;
29.    Vivifica o nosso corpo mortal. Rm 8.11;

E.O Espírito Santo em relação ao pecador.
1.       Convence do pecado, da justiça e do juízo. Jo 16.7-11;
2.       Comissiona os crentes a proclamar o evangelho aos pecadores. At 1.8; 2.17-21; 4.31; 11.12-18; 13.1-4;
3.       Revela a verdade salvífica do evangelho.  Lc 4.18, 19; Jo 15.26, 27; At 4.8; 11.15-18; 14.3; 1Co 2.4, 12; 1Ts 1.5;
Mensagens Bíblicas Cristo Vive.
                 
“Subsídios da Bíblia de Estudo Pentecostal, edição Almeida Revista e Corrigida”.

 Este artigo está liberado para todos os tipos de cópias, desde que não seja com fins lucrativos. É solicitado que ao copiar seja citado o nome do autor e da fonte da coleta ao lado do link ativo. Pr. Jules Rimet; Palavra Revelada (Rhema); http://www.prjulesrimet.blogspot.com


terça-feira, 10 de novembro de 2015

Santidade ao Senhor.


Texto: Hb 12.14
A santidade é uma ordem imperativa de Deus, sendo o agente motivador da salvação. (do Grego hagiasmos - purificação)
“A Santidade exigida pelo Senhor através das Escrituras Sagradas”.

  • Ao Sacerdote – Também farás uma lâmina de ouro puro e nela gravarás à maneira de gravuras de selos: “SANTIDADE AO SENHOR”. Êx 28.36;
  • A toda Congregação de Israel Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: Fala a toda a congregação dos filhos de Israel e dize-lhes: Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo. Lv 19.1,2;
  • Aos Israelitas para entrar na terra prometida – E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: a terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o Senhor se agradar de nós, então, nos porá nesta terra e no-la dará, terra que mana leite e mel.  Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o senhor é conosco; não os temais. Nm 14.7-9;
  • A Josué e o povo quando chegaram nas campinas do Jordão defronte de Jericó – Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós. Js 3.5;
  • Após entrarem na terra prometida Josué chama o povo à santidade e temor ao Senhor – Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade, e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém do rio e no Egito, e servi ao Senhor. Porém se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; orem eu e a minha casa serviremos ao Senhor.  Js 24.14, 15;
  • A igreja primitiva fora advertida acerca da santidade – Mas como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver, porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.  1Pe 1.15,16;
  • É ordenança de Deus – Mas, agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.  Rm 6.22;
  • É ordenança de Deus – Quem é injusto faça injustiça ainda; e quem está sujo suje-se ainda; e quem é justo faça justiça ainda; e quem é santo seja santificado ainda.  Ap 22.11;
  • É ordenança de Deus – Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.  2Co 6.17,18; 7.1;


Mensagens Bíblicas Cristo Vive

Este artigo está liberado para todos os tipos de cópias, desde que não seja com fins lucrativos. É solicitado que ao copiar seja citado o nome do autor e da fonte da coleta ao lado do link ativo. Pr. Jules Rimet; Palavra Revelada (Rhema); http://www.prjulesrimet.blogspot.com

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Soteriologia – A Doutrina da Salvação

Texto: Lc 24.46
A salvação e o perdão de pecados são ofertados a todos os homens.
Soteriologia do Grego soterion + logia tratado ou estudo sobre a salvação.

“AS EVIDÊNCIAS INTERNAS DA SALVAÇÃO”.

  • O testemunho do Espírito em nós evidencia o recebimento da salvação! Já observamos que Deus envia o Espírito para testificar na alma daquele que se converteu. Gl 4.6
  • Quando Deus escreve nosso nome no Livro da Vida. Lc 10.20;

  • Ele nos manda o “protocolo” pelo testemunho do Espírito Santo. Rm 8.16; 1 Jo 3.24; 1Jo 4.13;
  • Devemos ter cuidado para que esse testemunho em nós jamais silencie.  Ef 4.30;
  • O testemunho das Escrituras proporciona uma certeza maravilhosa em nossos corações. Recebemos o Espírito Santo pela salvação.  Rm 8.9, 16;
  • Que inspirou a Palavra de Deus.  2Pe 1.21;  2Tm 3.16;
  • Quando lemos a bíblia, o Espírito Santo vivifica a Palavra aplicando-a à nossa experiência, gerando a certeza.  1Jo 5.13;
  • Através da Palavra tomamos conhecimento da verdade, e esta mesma verdade nos liberta, dando-nos certeza.  Jo 8.32;
  • A própria experiência da salvação traz também uma evidência interna: o fato de entrarmos em uma comunhão intima com Deus. 1Jo 1.3; Ef 2.13; 1Co 1.9;
  • Por meio dessa comunhão, chegamos à presença do Senhor, onde há abundância de alegria e delicias perpetuamente. Sl 16.11;
  • Porque para os salvos não existe mais condenação. Rm 8.1;
  • Porque a morte constitui a porta pela qual chegamos a presença de Jesus. Fp 1.21; 2Co 5.8;
  • Porque pela salvação o crente recebe uma viva esperança. 1Pe 1.3;
  • Ele é cidadão do céu. Ef 2.19; Hb 12.22,23;
  • E tudo o que concerne às coisas do céu faz vibrar o seu coração de gozo. Rm 12.12; 15.13;


“AS EVIDÊNCIAS EXTERNAS DA SALVAÇÃO”.

  • Evidências externas são as que acompanham cada vida transformada. Elas podem ser vistas pelos que estão de fora.  Cl 4.5; 1Co 5.12; 1Ts 4.12; 1Tm 3.7;
  • Quando Saulo se converteu, o povo falava: aquele que já nos perseguiu anuncia, agora, a fé que, antes, destruía. Gl 1.23,24;
  • As evidências externas também são chamadas frutos do arrependimento. Mt 3.8;
  • São indispensáveis, pois a bíblia diz: pelos seus frutos os conhecereis. Mt 7.16;
  • O crente salvo tem uma nova maneira de viver porque a bíblia diz: tudo se fez novo. 2Co 5.17;
  • Ele agora procede com justiça. 1Jo 2.29;
  • Não vive mais dissolutamente. 1Pe 4.2,3;
  • O crente pode errar, mas não pode permanecer no erro. 1Jo 3.6;
  • O que é nascido de Deus não comete pecado. 1Jo 3.9;
  • O que é nascido de Deus guarda a Palavra do Senhor. 1Jo 2.3-5;
  • Pois ela está escrita em seu coração. Hb 8.10;
  • O amor de Deus se expressa no guardar a sua palavra. Jo 14.15,21, 23;
  • O que nasce de novo ama seus irmãos. 1Jo 2.10; 3.14; 4.7; 5.1;
  • Aquele que não ama não conhece a Deus e está em trevas. 1Jo 2.9,11; 3.15; 4.8;
  • Outra evidência importante no crente é que ele confessa o nome do Senhor. 1Jo 2.23; 4.15;
  • O Espírito Santo está nele e testifica no seu coração. 1Jo 2.20-24;
  • Sente prazer em confessar o nome de Jesus. Mt 10.32; 1Jo 4.2;

  Mensagens Bíblicas Cristo Vive
 Este artigo está liberado para todos os tipos de cópias, desde que não seja com fins lucrativos. É solicitado que ao copiar seja citado o nome do autor e da fonte da coleta ao lado do link ativo. Pr. Jules Rimet; Palavra Revelada (Rhema); http://www.prjulesrimet.blogspot.com